(47) 3380-4186  |    contato@nuvme.com.br  |  

Migração para a nuvem – Um guia completo para empresas de todos os portes

Um estudo da Intel em conjunto com a Cisco resultou na previsão de que a migração para a nuvem deverá acontecer em cerca de 94% das organizações brasileiras até 2020. Os gestores estimam ganhos com essa nova perspectiva entre 45% e 87%, especialmente no que diz respeito ao tempo de provisionamento de serviços.

Você está pensando em migrar sua infraestrutura de TI ou parte dela para a nuvem? Se não, está na hora de começar a pensar sobre isso.

Neste guia, vamos refletir sobre esse assunto.

Nos tópicos que seguem, você vai entender a importância de migrar para a nuvem, que benefícios sua empresa poderá obter e também como realizar esse processo com máxima eficiência.

O que você vai ver:

  • Por que a computação em nuvem é importante para as empresas?
  • Como a nuvem pode melhorar os resultados do seu negócio?
  • Quais são as razões pelas quais sua empresa deve migrar para a nuvem?
  • Como migrar para a nuvem com rapidez e eficiência?

Boa leitura!

Por que a computação em nuvem é importante para as empresas?

Migração para a nuvem - Nuvme 2

A Gartner, maior empresa de pesquisas em Tecnologia da Informação (TI) do mundo, define a computação em nuvem como “um estilo de computação em que os recursos capacitados para TI escaláveis ​​e elásticos são fornecidos como um serviço usando tecnologias da internet”.

Não é preciso entrarmos em detalhes técnicos, uma vez que a nuvem está rapidamente se tornando o único sinônimo de computação; já faz parte do senso comum e é relativamente simples de entender.

O que importa mesmo é saber que a computação em nuvem não é apenas uma solução moderna e inovadora, mas também um modelo de negócios aplicável a grandes, pequenas e médias empresas.

No passado, as empresas executavam aplicativos ou programas de softwares baixados em computadores físicos ou em servidores instalados em seus próprios prédios. A computação em nuvem mudou isso, pois permite que as pessoas acessem os mesmos tipos de aplicativos em um ambiente virtualizado — toda a infraestrutura necessária para suportar essa dinâmica é de responsabilidade do provedor.

A computação em nuvem geralmente é descrita de duas maneiras: o tipo de nuvem e os serviços que ela oferece. Entenda:

Tipos de nuvem

Assim, temos três tipos:

  • Nuvem pública: toda a infraestrutura de computação está localizada nas instalações de um provedor. Os recursos são compartilhados por diversos clientes — cada qual com seu nível separado de acesso aos próprios dados.
  • Nuvem privada: uma infraestrutura de nuvem usada somente por um cliente/uma organização. Não é compartilhada com outros, ainda que possa estar remotamente localizada. As empresas também têm a opção de escolher uma nuvem privada no local, que é mais cara, mas proporciona um controle físico sobre a infraestrutura.
  • Nuvem híbrida: o uso de nuvens privadas e públicas paralelamente, dependendo da finalidade necessária.

Serviços de nuvem

Quanto aos serviços de nuvem, temos basicamente três grandes categorias (que se subdividem em subcategorias que não param de se expandir rapidamente):

  • IaaS (Infrastructure as a Service): infraestrutura como serviço é uma oferta de computação em nuvem na qual um provedor fornece aos usuários acesso a recursos de computação, como servidores, armazenamento e rede.
  • PaaS (Platform-as-a-Service): plataforma como serviço fornece aos usuários um ambiente de nuvem no qual eles podem desenvolver, gerenciar e entregar aplicativos. Além do armazenamento e outros recursos de computação, os usuários podem usar um conjunto de ferramentas pré-construídas para desenvolver, personalizar e testar seus próprios aplicativos.
  • SaaS (Software-as-a-Service): software como serviço fornece aos usuários acesso ao software baseado na nuvem de um provedor especializado. Os usuários não instalam aplicativos em seus dispositivos locais. Em vez disso, os aplicativos residem em uma rede de nuvem remota acessada pela Web ou por uma API. Por meio do aplicativo, os usuários podem armazenar e analisar dados e colaborar em projetos.

Como a nuvem pode melhorar os resultados do seu negócio?

Migração para a nuvem - artigo Nuvme

Cada dia mais empresas têm se amparado na nuvem para ganhar competitividade e entrar no novo mercado (no qual a informação é o grande ativo). Elas estão em busca de uma série de benefícios que essa tecnologia lhes proporciona.

Em linhas gerais, estas são as vantagens que a computação em nuvem oferece às organizações:

Flexibilidade e escalabilidade tecnológica

Os serviços baseados em nuvem são ideais para empresas com demandas crescentes ou flutuantes de largura de banda. Se as necessidades aumentarem, é fácil aumentar a capacidade da nuvem, aproveitando os servidores remotos do serviço.

Da mesma forma, quando é preciso reduzir a escala novamente, a flexibilidade está incluída no serviço. Esse nível de agilidade pode oferecer uma vantagem real sobre os concorrentes.

Atualizações automáticas

A beleza da computação em nuvem é que os servidores estão fora do local, fora da vista e, portanto, reduzem as tradicionais preocupações com infra. O provedor cuida deles para você e implanta atualizações regulares de software — incluindo atualizações de segurança — para que você não precise se preocupar em perder tempo mantendo o sistema por conta própria.

Redução de custos

A computação em nuvem elimina o alto custo do hardware. Você simplesmente paga à medida que usa e desfruta de um modelo baseado em assinatura que favorece o fluxo de caixa.

Além disso, a facilidade de configuração e gerenciamento ajudam a tornar os custos totais de TI bem mais amigáveis.

Mobilidade

Com a computação em nuvem, se os usuários tiverem conexão com a internet, poderão trabalhar onde estiverem, usando qualquer dispositivo (desktop, notebook, tablet, smartphone etc).

O resultado? Você pode oferecer vantagens de trabalho mais flexíveis aos seus funcionários, sem que a produtividade seja atingida.

Recuperação de desastres

Empresas de todos os portes devem investir em planos de recuperação de desastres em suas infraestruturas de TI (enchentes, incêndios etc.), mas nem sempre se tem dinheiro e experiência necessários.

Com a computação em nuvem há muito mais chances de implementar soluções de backup e recuperação. Isso ajuda a economizar tempo, evita grandes investimentos iniciais e favorece o acúmulo de expertise.

Maior colaboração

Quando as equipes podem acessar, editar e compartilhar documentos a qualquer hora, de qualquer lugar, elas podem fazer mais e melhor. Aplicações de compartilhamento de arquivos baseados na nuvem ajudam a fazer atualizações em tempo real e oferecem visibilidade total dos fluxos de trabalho.

Segurança da informação

O fornecedor de SaaS executa uma única pilha de tecnologia, altamente uniforme para sediar instalações que são tipicamente mais seguras, física e digitalmente, do que a infra interna de qualquer empresa.

Além de ser melhor equipado com ferramentas (firewall e criptografia, dentre outros), também a equipe de segurança da informação do provedor está sempre atualizada com as melhores práticas para manter dados seguros.

Assim, SaaS pode ser visto como uma escolha mais segura quando se trata de ameaças de roubo de informação privilegiada, por exemplo.

Competitividade

Mudar para a nuvem dá acesso a tecnologia de classe empresarial para todos. Também permite que empresas menores atuem mais rapidamente do que concorrentes grandes e estabelecidos.

O serviço de pagamento conforme o uso e os aplicativos de negócios na nuvem significam mais recursos com menos custos. Em resumo: acabou o tempo em que para ser altamente competitivo era preciso ser um grande player do mercado.

Quais são as razões pelas quais sua empresa deve realizar a migração para a nuvem?

Migração para a nuvem - Nuvme 3

De tudo o que vimos até aqui, podemos separar quatro grandes razões pelas quais o seu negócio deve migrar imediatamente para a nuvem. Entenda:

→ Primeiro, as  soluções na nuvem tornam as empresas mais responsivas aos seus clientes. Além disso: quanto maior o negócio, mais importante será essa agilidade.

Operações simples, como implantar uma máquina virtual e obter acesso remoto, podem “comer” muito tempo.  Com a nuvem, o usuário atende às suas necessidades em questão de minutos.

A migração para a nuvem ajuda sua empresa a se movimentar mais rapidamente e produzir mais. Uma oportunidade para acelerar a implantação de serviços é uma das principais razões para migrar para o trabalho baseado em nuvem.

→ Em segundo lugar,  nem todas as PMEs possuem especialistas em TI da equipe, que serão responsáveis ​​pela inovação interna auto-implantada.

O departamento de TI está comprometido com problemas internos de nuvem, em vez de trabalhar em serviços ao cliente? Não é seu objetivo de atividade.

E, cloud computing  resolver este problema: as crescentes necessidades de negócios e pequeno departamento de TI.

→ Em terceiro lugar, a introdução da nuvem ajuda as organizações a liberar recursos financeiros e direcioná-los ao suporte e desenvolvimento de inovações.

Além disso, não podemos esquecer que a dispendiosa infraestrutura de TI, na qual a empresa investiu um dia, após 3 a 5 anos, geralmente se torna obsoleta, em contraste com o serviço em nuvem, fornecido no formato tecnológico real.

A melhor parte?

As soluções em nuvem permitem iniciar projetos rapidamente, conectar-se aos novos funcionários sem grandes custos de capital. E organizar o trabalho mesmo sem um escritório, eliminando os custos do aluguel, por exemplo.

Além disso, a nuvem permite que você trabalhe com dados de maneira muito mais confortável e rápida. Empresas, que usam documentos, fotos e materiais de mídia como parte de sua campanha de marketing, podem armazená-los na nuvem, em vez de trabalhar com versões locais.

A equipe alcançará os melhores resultados se todos os seus membros puderem acessar, editar e compartilhar documentos a qualquer hora e em qualquer lugar. Os aplicativos para o fluxo de trabalho e compartilhamento de arquivos, com base na nuvem, ajudarão a atualizar documentos em tempo real e fornecerão à equipe total visibilidade de sua cooperação.

Mudar para a nuvem permite que você trabalhe com dados de maneira muito mais confortável e rápida.

→ Nota importante:  o backup de dados. Nuvens podem simplificar esse processo:

  • atualização automática da cópia dos dados no processo;
  • armazenar backups fora do escritório (proteção  contra desastres locais, roubo ou falhas de hardware).

Como migrar para a nuvem com rapidez e eficiência?

Uma pesquisa realizada em 2015 nos Estados Unidos revelou que 27% dos executivos entrevistados estavam insatisfeitos com seu processo de migração para a nuvem. Eles cometeram alguns erros, por falta de conhecimento ou por subestimar o planejamento necessário para isso.

De lá para cá, muita coisa mudou, a nuvem já se tornou parte do dia a dia das organizações (apesar de ainda ser utilizada de maneira pouco estratégica por muitas delas) e a tendência é que esse percentual de insatisfeitos — que já era pequeno — tenha caído bastante.

Confira agora um passo a passo para migrar para a nuvem sem grandes preocupações, no mínimo de tempo e com máxima eficiência:

Passo 1: Escolha o provedor de nuvem certo

Existem muitas opções ao procurar serviços em nuvem. Selecionar o provedor certo para o seu negócio é fundamental, uma vez que essa é uma parceria de longo prazo (de preferência para a vida toda).

→ NOSSA DICA: Opte pela Amazon Web Services!

AWS - Nuvme

Lançada em 2006, a AWS é fornecida pelo pioneiro do conceito de solução em nuvem Amazon Inc. O gerenciamento interno de recursos de TI da Amazon criou a AWS, que expandiu e se transformou em um provedor de soluções em nuvem inovador e econômico.

A Amazon empacota a AWS com recursos de computação, armazenamento e largura de banda escaláveis ​​e virtualmente ilimitados. A AWS usa o modelo de preço de assinatura de pagamento conforme o uso ou pagamento pelo uso que você faz.

Os serviços da AWS incluem:

  • Amazon Elastic Computer Cloud (EC2);
  • Serviço de armazenamento simples da Amazon (Amazon S3);
  • Amazon CloudFront;
  • Serviço de banco de dados relacional da Amazon (Amazon RDS);
  • Amazon SimpleDB;
  • Serviço de notificação simples da Amazon (Amazon SNS);
  • Serviço de fila simples do Amazon (Amazon SQS);
  • Nuvem privada virtual da Amazon (Amazon VPC).

O Amazon EC2 e o Amazon S3 são os dois principais serviços de Infraestrutura como Serviço (IaaS), usados ​​por desenvolvedores de soluções de aplicativos em nuvem em todo o mundo.

Passo 2: Contrate uma consultoria experiente

Realmente executar com sucesso todas as etapas é um pouco difícil. Sua melhor escolha é trabalhar com uma equipe que já fez isso antes, muitas vezes.

Qualquer tipo de migração de TI é perigosa e propensa a erros. A experiência é necessária para prever e evitar problemas e custos adicionais.

Você até pode pensar que pode fazê-lo por conta própria, mas isso certamente lhe custará mais dinheiro a longo prazo.

Mover para a nuvem é uma maneira de obter um serviço melhor e mais rápido para mais barato. Isso só é possível se você seguir todas as etapas corretamente.

→ Leia também: 8 vantagens de ter uma consultoria especializada em TI!

Passo 3: Planeje a migração com bastante critério

Depois de escolher um provedor e uma consultoria especializados, é hora de começar a se preparar. O planejamento adequado é a etapa mais importante do processo. Se você fizer isso bem, as etapas seguintes devem ser fáceis.

Veja algumas perguntas e respostas que podem te ajudar a planejar:

O que migrar primeiro?

Os primeiros aplicativos que você move para a nuvem devem ser os mais fáceis e menos críticos. Dessa forma, pode ter uma ideia do processo e lidar com problemas imprevisíveis sem grandes complexidades. Escolha os dados e aplicativos mais adequados para um ambiente de nuvem e migre-os primeiro.

→ A consultoria que vai te ajudar nisso deve orientá-lo quanto a essa escolha.

Sua arquitetura de aplicação precisa mudar?

A migração do servidor em nuvem envolve ambientes de computação que são executados de maneira diferente do seu sistema atual. Servidores, redes e serviços de dados são todos executados e interagem de forma diferente, e você precisa certificar-se de atualizar partes do sistema para estar pronto para essa alteração.

Seu pessoal está pronto?

Sua equipe precisará conhecer todas as novas tecnologias e processos. Você precisará ter seus desenvolvedores, gerentes, administradores prontos e engajados com a mudança.

Passo 4: Conduza a migração sem afetar sua operação

Se você passou tempo suficiente na fase de planejamento, a migração real deve ocorrer sem problemas. Claro, haverá problemas inesperados, mas estes serão minimizados. Você precisará usar as ferramentas que escolheu corretamente.

Dependendo do tamanho de seus bancos de dados e aplicativos, você usará técnicas diferentes para realmente copiar tudo. Se você não tem muito para migrar, basta copiar os dados pela sua conexão com a internet.

Essa abordagem não é ideal para cargas de trabalho maiores. Você pode ter tempos de transferência ou cobranças muito longos do provedor de nuvem. Para lidar com isso, pode compactar os dados antes de enviá-los. Como alternativa, você pode enviar suas unidades físicas para o provedor para reduzir os custos de largura de banda.

Conclusão

Migração para a nuvem - Nuvme 4

Como você viu, há muitas razões para migrar para a nuvem. Os ganhos são grandes, em termos de tecnologia em si, mas também no que diz respeito à competitividade dos negócios.

É fazendo o uso inteligente da nuvem que a direção do negócio, os gestores os podem aplicar mais ferramentas ao seu dia a dia e, assim, potencializar os resultados.

É importante reforçar, no entanto, que contar com fornecedores especializados, experientes e confiáveis é fundamental para realizar uma migração de sucesso. A nuvem não deve complicar as coisas, ela deve sempre vir para simplificar. Daí a importância de contratar uma consultoria, por exemplo, para conduzir o processo.

Você está preparado para fazer a migração do seu negócio para a nuvem? Se precisar de ajuda, conte com a equipe da Nuvme!

Sobre a Nuvme

A Nuvme nasceu em 2014 para facilitar a adoção da nuvem. Nossos serviços e produtos permitem que as micro e pequenas empresas (MPEs) se igualem em termos de tecnologia às grandes corporações. Buscamos otimizar os recursos de TI, de acordo com o momento de cada cliente.

Nos diferenciamos pela segurança, confiabilidade e eficiência das operações em TI. Entregamos nossos serviços com proximidade e transparência.

Tudo isso com preços competitivos, facilidade de compra e disponibilidade profissional.

Somos parceiros da Amazon Web Services (AWS), hoje a mais poderosa plataforma de serviços em nuvem segura, que oferece poder computacional, armazenamento de banco de dados, distribuição de conteúdo e outras funcionalidades para ajudar as empresas em seu dimensionamento e crescimento.

FALE CONOSCO AGORA!

Deixe um Comentário